Ads 330x60px

Subscribe:

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Resenha: Não deixe o sol brilhar em mim - Evandro Raiz Ribeiro

Não deixe o sol brilhar em mim
Autor: Evandro Raiz Ribeiro
Editora: Dracaena 
Páginas: 312
Onde comprar: Saraiva


Após a morte dos pais em um trágico acidente de carro Dennis acaba indo morar com o tio em São Paulo. O garoto encontra algumas dificuldades para se adaptar a nova vida e para "piorar" a situação, Dennis tem que aguentar os desaforos e as ofensas da tia (uma verdadeira megera). Com poucos (nenhum) amigos Dennis vai levando a vida solitário. Até que um dia conhece Valquíria. Uma garota encantadora de cabelos loiros e pele muito clara. Foi amor à primeira vista. Melhor dizer que foi o primeiro amor. Valquíria faz com que Dennis esqueça todos os problemas, pelo menos no momentos em que estão juntos.
Um lindo romance vai surgindo abertamente entre os dois. Um sentimento bastante puro, mas que mais tarde aflora de um jeito... Juntos enfrentam dilemas que todos os adolescentes "normais" enfrentam. Mas Dennis nem desconfia que a sua amada Valquíria esconde um segredo que poderá abalar a estrutura desse relacionamento tão puro.

Como todo mundo já sabe "Não deixe o sol brilhar em mim" é uma história sobre vampiros. Um monte de gente critica os novos autores que se arriscam a escrever livros com esse tema. Muitos alegam que o tema já está "batido". Não discordo que o tema esteja na moda, mas daí dizer que tais livros são ruis é um grande equívoco.  Tudo depende da criatividade do autor para inovar na história. O Evandro fez isso muito bem.

Os vampiros dele são bem básicos, não tem muita "parafernalha". Não brilham no sol, não voam e nem se transformam em morcegos e eu acho até que foi essa simplicidade que me agradou. A história é bem leve, e flui super bem. Uma narrativa gostosa o que faz do livro uma leitura prazerosa.

Achei o romance entre Dennis e Valquíria a coisa mais linda e perfeita do mundo. Talvez por ser uma coisa bastante inocente. O livro se passa na década de 80 ou 70 no máximo, acho que isso contribuiu muito para a inocência do romance. A única coisa que me desagradou foi o fato deles serem muito novinhos para terem relações (gente não sou nada moralista e eu sei que no mundo de hoje as coisas estão bem aceleradas, mas eu estava gostando tanto do romance puro, inocente e doce). Achei muito precipitado essa parte sexual dos personagens.

Adorei o livro, super indico e espero que o Evandro faça uma continuação para ele.


Gente espero que tenham gostado. Semana que vem tem mais, ah não deixe de comentar, a sua opinião é mega importante!!! Um grande beijo a todos!!!

3 comentários:

Juh** disse...

Adorei a resenha!
Este é um dos próximos livros a serem lidos, e fico feliz em saber que ele é bacana.
Quanto ao sexo, nem preciso dizer o que eu penso né? Você sabe que eu sou careta =)

Beijos
Livros e blablablá

Jacqueline Braga disse...

Amei a resenha. Esse livro está na minha listinha, pois não consigo resistir a uma estória sobre vampiro.
Eu tmb curto mais um romance puro, ainda mais com adolescentes (viva o crepúsculo), enfim.
bjos

Jack
www.mybooklit.blogspot.com

Evellyn disse...

Uau!
nota maxima!
Desde que fiquei sabendo do relançamento desse livro, fiquei mt curiosa!
Agora eu não sabia que se passava em 70/80...
E ainda gosto de vampiros, acho que so pq eles foram febre, não significa que ninguem mais pode escrever sobre isso! Tudo depende de como o autor desenvolve! E gostei mt da sua resenha, fiquei ainda mais curiosa!

bjss
Hey Evellyn!

Postar um comentário