Ads 330x60px

Subscribe:

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Rock Nacional - RPM



Oi, gente tudo bem?
Hoje vim fazer uma coisa diferente, vim falar de uma das maiores, senão a maior banda de rock dos anos 80, que consolida a sua volta hoje com o tão aguardado álbum Elektra, isso mesmo o RPM está de volta, então hoje vim contar um pouco da historia da banda, espero que gostem.

Em 1976 Paulo Ricardo foi com a sua namorada olhar um ensaio de uma banda de rock onde conhecia o baterista e conheceu o Luiz Schiavon. A banda que ele foi assistir terminou naquele dia e começou aí a amizade entre os dois, que no futuro viraria o RPM. Paulo Ricardo foi ser critico musical para um jornal em Londres. No final de 1983 ele já estava de volta ao Brasil e preparando a estréia no cenário musical da banda RPM(que primeiramente ia se chamar 45 rotações por minuto mas eles tiraram o 45 e trocaram rotações por revoluções o que ficou bem melhor), eles convidaram para compor a banda o guitarrista Fernando Deluqui e faltava apenas o baterista que foi a maior novela pois no início era pra ser Moreno Junior, mas ele acabou não aceitando por causa dos estudos, depois foi a vez de Charles Gavin, que acabou deixando a banda sem baterista as vésperas da estréia da banda pra integrar os titãs, tanto que na capa do primeiro álbum não aparece o baterista e o disco teve que ter algumas musicas gravadas com bateria eletrônica, mas para turnê já tinham conseguido um novo cara para as baquetas Paulo Pagni, o P.A; formando assim a formação clássica do RPM.
Agora vamos falar da historia da banda.

1984 - COMPACTO RPM
Chega um compacto com no lado A a musica "Louras Geladas" e no lado B "Revoluções por Minuto", musicas que não fizeram sucesso até que um DJ da época resolve remixa-las e as musicas viram sucessos nas discotecas, marcando assim o início da banda.

1985 - REVOLUÇÕES POR MINUTO
No mês de maio chega às lojas Revoluções Por Minuto, no vácuo de um país ainda perplexo com a morte de Tancredo Neves. O sucesso da musica "Olhar 43" foi muito grande, mas o que difere RPM do resto é que quase todas as faixas do LP fizeram um sucesso imediato o que nos mostra o próximo álbum.

1986 - RÁDIO PIRATA
Sem grandes novidades, mais por obrigação (a musica london, foi pirateada e eles precisavam fazer alguma coisa), o RPM lança o seu primeiro álbum ao vivo, intitulado "Radio Pirata", que registra dois grandes shows que o RPM fez na época, com quatro musicas inéditas (duas covers) o RPM supera o recorde de discos chegando a 2,2 milhões de discos vendidos (eu tenho um).
Porém, o vocalista Paulo Ricardo passou a ser conhecido apenas como "sex symbol" e procurado e visto por jornalistas e fãs como se fosse modelo e não músico.

1987 - A PRIMEIRA SEPARAÇÃO
Mesmo com todo o sucesso no Brasil e em países como França e Portugal, a banda passava por uma situação difícil.
Em junho, houve o lançamento oficial de um disco mix, intitulado RPM & Milton, com a participação do cantor Milton Nascimento.
O fracasso do projeto RPM Discos, um selo próprio do grupo, acabou causando conflitos entre seus integrantes. Ainda em 1987, Paulo Ricardo, Fernando, Schavion e P.A. anunciaram a separação oficial do grupo.

1988 - QUATRO COIOTES (não é o nome oficial e sim o que os fãs deram)
O grupo voltou a ativa em 1988, com o álbum Quatro Coiotes, com uma tiragem inicial de 250 mil cópias. O grupo apareceu mais maduro que da ultima vez e com um álbum só de inéditas e de muita qualidade. Apesar disso, o número era um fracasso para os padrões do RPM, que se separa novamente.

1993 - PAULO RICARDO & RPM
Sem o tecladista Luiz Schiavon e o baterista Paulo P.A. Pagni, este disco é considerado por muitos como o quarto disco da banda. O disco, mesmo apresentando excelente qualidade musical, não refletiu o sucesso nos palcos e nas vendas. Após a turnê sem sucesso, Paulo e Fernando resolveram seguir caminhos diferentes. O guitarrista gravaria um disco solo e, em 1995, tocaria com os Engenheiros do Hawaii. Paulo Ricardo, por sua vez, trilharia os caminhos da MPB.

2002 - MTV RPM 2002
Em 2001, as quatro lendas do RPM se encontraram novamente para ensaiar, sem maiores pretensões, os antigos sucessos. Percebendo o entrosamento perfeito e a vontade de todos de estarem juntos novamente nos palcos, deram início ao retorno do RPM, inclusive com o retorno do empresário Manoel Poladian, considerado o "quinto coiote”. Em 2001 é lançado o single "Vida Real", um cover da música "Leef" do Holandês Han van Eijk, o tema oficial da primeira edição do mundo do reality show Big Brother, que foi escolhido como tema de abertura da edição brasileira do mesmo. A banda voltou à mídia com o CD e DVD MTV RPM 2002, gravado no Teatro Procópio Ferreira, em São Paulo, nos dias 26 e 27 de março de 2002. Além dos grandes sucessos, a banda apresenta canções inéditas, como Carbono 14, Rainha, Vem Pra Mim e Onde Está o Meu Amor (gravada em estúdio e incluída na trilha sonora da novela Esperança, da (Rede Globo).

2003 - NOVA SEPARAÇÃO
O grupo, com o sucesso do projeto da MTV, começou então uma nova turnê por todo o Brasil, que INFELIZMENTE não durou muito tempo. Luiz Schiavon e Fernando Deluqui, juntamente com André Lazzarotto, lancaram o álbum LS&D.
Paulo Ricardo e o baterista Paulo P.A. Pagni formaram a banda PR.5. Mesmo com o fracasso do cd Zum Zum(coisas que não entendo, como um cd com a maioria, senão todas as musicas são de qualidade não ter feito sucesso sendo que, bandas que são simplesmente "modinhas" fazem sucesso), Paulo Ricardo lançou a música Eu Quero Te Levar.

2007 - A VOLTA (de novo, de novo)
Ainda em 2007, o grupo RPM tocou junto com todos os seus integrantes em São Paulo, com grande sucesso.
A banda anunciou o lançamento de uma caixa com os 3 primeiros álbuns da banda e mais um CD com remixes, covers e faixas não lançadas, junto com o DVD Rádio Pirata - O Show, contendo o registro de um show realizado em Dezembro de 1986, em São Paulo, filmado pela Rede Globo. Enquanto todos esperam o lançamento oficial da volta do RPM, Paulo Ricardo, Luiz Schiavon, Fernando Deluqui e Paulo P.A. Pagni andam tocando juntos.

2011 - ELEKTRA
Paulo Ricardo postou em seu Twitter que a banda irá se reunir para gravar um novo álbum em 2011, com está declaração os fãs ficaram muito animados que eles iram voltar, mas muitos também devem ter pensado por quanto tempo iriam ficar sem brigar.
A pré-estréia da Turnê 2011, aconteceu no honrado evento de São Paulo "Virada Cultural". Um mês após esta apresentação, foi divulgado o título do álbum, chamado Elektra e foi disponibilizado quatro músicas para download no site oficial da banda.
O cd será duplo e terá 12 musicas inéditas e 7 remixes.
É isso ai gente vamos aguardar para ver hoje a noite o show lançamento do cd ELEKTRA que estará nas lojas no dia 20 e tomara que eles não briguem, por que os fãs querem que este seja o primeiro de uma serie de novos cds.
Desejo Boa Sorte ao RPM, e que eles voltem com tudo.

Esta aqui é uma novidade do Blog, é uma coluna que falara do Rock Nacional uma vez por mês no lugar de uma das resenhas, espero que gostem.

Espero que tenham gostado desta mudança de hoje, mais é que apesar de ter apenas 16 anos, tenho todos os cds deles do pr.5 e da carreira solo do Paulo Ricardo(este ultimo faltam algumas musicas) e precisa deste espaço para falar que estou ansioso pelas novas musicas e ir em algum show deles aqui em POA.

Créditos de pesquisa: Wikipédia.org

COMENTEM Aí GENTE:

@GWunder

Nenhum comentário:

Postar um comentário