Ads 330x60px

Subscribe:

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Resenha: Morte e vida de Charlie ST. Cloud - Ben Sherwood






Morte e vida de Charlie ST. Cloud (Skoob)
Autor: Ben Sherwood
Editora: Novo Conceito
Páginas: 296
Onde Comprar: Submarino, Saraiva.

Charlie ST. Cloude é um garoto igual a todos os outros da sua idade. Cheio de sonhos e vontades. Junto com Sam, seu irmão mais novo com que ele tem um relação muito bela, e um beagle pra lá de bagunceiro. Eles levam uma vida normal mas com bastantes "aventuras". Um dia Charlie e Sam decidem "roubar" o carro da vizinha para poderem ir a um jogo de Beisebol (jogo que os irmãos são fissurados). No caminho de volta para casa o carro dos irmão sofre um terrível acidente. Sam morre na hora, mas Charlie passa por uma experiência que os médicos chamam de "Quase morte", felizmente os médicos conseguem trazer o garoto de volta a vida. Enquanto estava inconsciente ele consegue ver seu irmão, Sam, aparentemente "do outro lado". Charlie promete que não abandonará o garoto.
Charlie volta a vida com um estranho dom. O dom de ver e até conversar com espíritos. Se sentindo culpado pelo acidente que matou seu irmão ele decide abandonar tudo e vai trabalhar no cemitério da cidade como zelador. Mantendo sua promessa ele vai todo dia ao por do sol em uma clareira para encontrar Sam. Todos os dias ao por do sol os irmão se reencontram para uma partida de Beisebol. 
Durante muito tempo esse foi um ritual sagrado para Charlie. Até que ele conhece uma moça que mudará sua vida. A jovem Tess. Bonita e encantadora. Eles acabam se apaixonando, mas esse é um relacionamento que não pode dar certo. Dentro de poucos dias Tess irá embarcar em uma viagem de volta ao mundo sozinha a bordo de seu barco. Porem essa garota é diferente de todas as outras. Ela precisa de ajuda. Charlie terá de escolher entre a promessa feita ao irmão ou salvar a vida daquela que poderá ser o amor da sua vida.

Eu acredito em milagres!

Que livro fantástico. Eu já li a bastante tempo e não tinha tido a oportunidade de resenha-lo aqui no blog. Decide aproveitar esse período de férias para colocar algumas resenhas em dia. Antes mesmo de ter blog ou de conhecer esse mundo dos blogs esse livro já era um dos meus sonhos de consumo. E estava certo o livro é ótimo. Super bem escrito.

A relação entre os irmão Charlie e Sam é incrível. E um amor tão puro e imenso que chega a ser surreal. Não só essa relação entre os irmãos, mas o livro todo é incrível. O romance começa de maneira bem calma. Nada muito forçado nem atirado. A maneira como o autor descreve tal relacionamento é bem leve. Atá mesmo as cenas mais picantes.

Apenas uma coisa me desagradou no livro. Charlie é o homem perfeito. Mas PERFEITO mesmo. Achei essa parte um pouco forçada. Chego a pensar que nem pum ele deve soltar. Não é machismo mas acho que isso contribui para a ideia de algumas mulheres do tal homem perfeito (que gente, cá entre nós, não existe). Mas ele realmente não tem defeito nenhum (hum hãm!). Fora isso achei o livro perfeito.

O livro é divido em algumas partes. Achei essa divisão bem interessante. O que deixa o livro bem explicadinho. A diagramação também é linda, com detalhes de barquinhos espalhados pelos capítulos. Nem preciso falar da capa né !?! Muito linda.

Esse livro já foi adaptado para o cinema. A versão cinematográfica também é ótima. Claro que tem sempre aquelas diferenças. Como por exemplo, o Charlie do filme é bem mais novo que o do livro (e é interpretado pelo Zac Efron, que já tem cara de meninão!). E alguns outros pequenos detalhes, nada que seja crucial pra história. Muito bom, super recomendo a leitura do livro. E também super recomendo o filme. Os dois são excelentes.


Gente espero que tenham gostado. Semana que vem tem mais, ah não deixe de comentar, a sua opinião é mega importante!!! Um grande beijo à todos!!!

2 comentários:

Cassia disse...

Gostei bastante do livro.

Apesar do acontecimento sinistro :P o livro parece ser bem leve e eu adoraria ter ele na minha estante!

http://aleitoracassia.blogspot.com/

Camila Q. Dias disse...

Que linda a sua resenha, Pablo! Realmente muito boa!
O livro é triste, como disse em um comentário anteriormente, não estou na fase de ler romances, muito menos livros tristes e mais assassinatos e coisas mais "frias".
Mas já tive muita curiosidade de ler o livro e até mesmo de assistir o filme, mesmo sabendo que ia chorar litros (sim, sou mega chorona e manteiga derretida para essas coisas =x).
Mas quando tiver oportunidade e com um "espírito de leitura" bom para esse gênero com certeza irei dar oportunidade para ele.
Beijos!

Postar um comentário