Ads 330x60px

Subscribe:

terça-feira, 26 de junho de 2012

Resenha: Assassin's Creed - Renascença - Oliver Bowden


Assassin’s Creed – Renascença (Skoob). 
Autor (a) – Oliver Bowden
Editora – Galera Record

Páginas - 378
Onde Comprar – Submarino, Saraiva.

Traído pelas famílias que governam as cidades-estado italianas, um jovem embarca em uma jornada épica em busca de vingança. Para erradicar a corrupção e restaurar a honra de sua família, ele irá aprender a Arte dos Assassinos. Ao longo do caminho, Ezio terá de contar com a sabedoria de grandes mentores, como Leonardo da Vinci e Nicolau Maquiavel, sabendo que sua sobrevivência depende inteiramente de sua perícia e habilidade. Para os seus aliados, ele será uma força para trazer a mudança lutando pela liberdade e pela justiça. Para os seus inimigos, ele será uma ameaça que procura destruir os tiranos que oprimem o povo da Itália. Assim começa uma épica história de poder, vingança e conspiração.

                                   Uma Verdadeira Aventura

Sinceramente comprei este livro praticamente obrigado pelo meu amigo na Feira do Livro em Porto Alegre, e tenho que agradecer ele por ter me apresentado este livro maravilhoso, que conta a história da sede de vingança de Ezio contra os Templários, liderados por Borgia, e que sonham em conquistar a Itália, mas todos nós sabemos que o nosso querido herói vai conseguir defender este país, mas será que ele conseguirá vingar a morte de seus pais?(é obvio que eu não vou contar vocês é que vão ter que ler e descobrir).
O livro é repleto de surpresas, e literalmente não nos deixa parar de ler, você quer sempre ler mais e mais e saber tudo o que vai acontecer (confesso que li este livro em uma semana, e já estou louco para comprar o segundo, intitulado irmandade).
O que posso dizer pra vocês é que irão se apaixonar por este mundo e provavelmente irão querer jogar os jogos da franquia (comprei um XBOX360 e esse foi o primeiro jogo que comprei), e que vocês notarão alguns personagens históricos como Maquiavel e Leonardo da Vinci, além de famílias importantes como os Médici e Borgia. Da Vinci tem uma participação importante no desenrolar da trama que vocês certamente notarão.
Infelizmente não há nenhuma menção sobre os eventos dos dias modernos do universo de Assassin's Creed, incluindo Desmond experienciando as memórias de seus ancestrais. Algumas partes do livro, incluindo o extenso relacionamento de Ezio com Christina, foram deixadas de fora do jogo e foram incluídos como "memórias reprimidas" no jogo Assassin's Creed Brotherhood.
Agora vocês têm que ler e esperarem pelos lançamentos dos próximos livros da série (Irmandade já foi lançada, e ainda tem mais dois ou três para serem lançados).
Essa é a minha volta ao Blog gente e espero que gostem!



Att: Guilherme Wunder

2 comentários:

Matheus disse...

Nossa o Gui voltou com a corda toda! *-*
sempre adorei o estilo simplista do Oliver Bowden, em assasin's creed ele se puxou.
Muito boa resenha!
Keep with the good work. :D

Bruno Barufi disse...

Exclente resenha, sempre gostei das resenhas do Gui, sorte do blog que ele tenha voltado com este sucesso que é Assassins Creed!!!


Não vejo a hora de comprar o meu para ler.
Boa sorte nesta nova trajetória aqui no blog Gui!

Postar um comentário