Ads 330x60px

Subscribe:

terça-feira, 10 de julho de 2012

Resenha: O Rei do Inverno - Bernard Cornwell


O Rei do Inverno  Skoob 
Autor (a):
Bernard Cornwell
Editora: Record
Páginas: 537
Onde Comprar: 
Submarinosaraiva

O Rei do Inverno conta a mais fiel história de Artur, sem os exageros míticos de outras publicações. A partir de fatos, este romance genial retrata o maior de todos os heróis como um poderoso guerreiro britânico, que luta contra os saxões para manter unida a Britânia, no século V, após a saída dos romanos. "O livro traz religião, política, traição, tudo o que mais me interessa," explica Cornwell, que usa a voz ficcional do soldado raso Derfel para ilustrar a vida de Artur. O valoroso soldado cresce dentro do exército do rei e dentro da narrativa de Corwell até se tornar o melhor amigo e conselheiro de Artur na paz e na guerra.

                                    Simplesmente Magnífico

Pode se dizer que este é um livro que eu queria ler a muito tempo, mas me surpreendeu principalmente pela forma que é contada, que, ao contrario que todos imaginavam (ou pelo menos eu pensava assim) o personagem principal não é Artur, mas sim Derfel, agora vocês devem estar pensando, mas esse cara é louco se o Rei do Inverno é o Rei Artur como é que ele pode não ser o personagem principal, mas vou explicar, Derfel é um soldado e fiel amigo de Artur, Nimue e Merlin, que são junto com os dois já citados o pelotão de frente do livro, então, em todos os momentos importantes e históricos do livro ele estava presente, como na guerra para reconquistar a Bretanha e a coroação de Artur (ele não é rei, só estava guardando o trono para Mordred).

Infelizmente o livro é meio sonolento e enrolei por mais de mês de tão “chato” que estava desculpa pelo palavreado, mas é a pura verdade, fica uma embolação e não da pra entender quase nada, pois não para de surgir personagens só pra confundir a nossa cabeça, não quero desanimá-los ou fazer vocês desistirem de ler o livro, por que depois que as coisas ficam mais aceleradas é difícil de largar, e já estou atrás do Box da série e ler o resto da saga, pois Bernard sabe usar as palavras e nos da uma historia cheia de surpresas e com muitas batalhas sangrentas e paredes de escudos.

O livro é perfeito e os indico a todos que gostem de muita guerra e sangue por que com certeza vocês verão isso, e se surpreenderão com a reviravolta e as estratégias de batalha do Rei Artur, que sempre lutou pela igualdade e por um país sem guerras e corrupções. Acho que poderia surgir um Artur agora, pois o Brasil ta precisando pelo menos de uns três.

Valeu gente!

Att: Guilherme Wunder

3 comentários:

Bruno Barufi disse...

Sempre fui interessado na história do Rei Arthur e do mago Merlin, e acho que este livro é o melhor que tem para saber um pouco mais sobre estes 2 ícones...
Só espero que o livro não seja que nem o Gui comentou, ''cansativo'', pois não sou muito fã de livros assim, veremos quando eu puder ler esta magnifica história.

Enfim Shakespeare disse...

Gosto de livros com guerra e sangue :P

A renha ficou bem elaborada.

http://enfimshakespeare.blogspot.com.br/

Matheus disse...

Cornwell é detalhista, mas ele peca um pouco no romance!

Gui, keep with the good work!

Postar um comentário